segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Deixe seu comentário e sugestões!

Documentário e
Programa de Rádio realizado dentro
da Cadeia Feminina de Votorantim/SP
.


..........Todos os comentários são enviados para as reeducandas.
..........A cada mensagem lida, elas demonstram a esperança de seguir em frente na reconquista de um espaço na sociedade e reafirmam que só precisam de oportunidades para o próprio aprimoramento e ressocialização.
..........Elas agradecem todas as sugestões e mensagens de apoio recebidas.
.
.
.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Povo Marcado será exibido em espaços culturais da Bahia

Todas as terças feiras do mês de setembro, nos Espaços Culturais da Secult/BA da capital e interior, será exibida a Mostra MPB no Cinema. Com entrada gratuita e exibições às 10, 15 e 19h, a mostra traz documentários sobre personalidades da música nacional brasileira, como a cantora Clementina de Jesus e o sambista Riachão.
A abertura, no dia 04, fica por conta do documentário Clementina de Jesus – Rainha Quelé, do diretor Werinton Kermes. A obra evidencia a trajetória da cantora Clementina de Jesus, mulher negra, dona de casa e empregada doméstica, que saiu de uma comunidade periférica na cidade de Valença, no estado do Rio de Janeiro, para dividir os palcos com artistas consagrados, como Paulinho da Viola, Pixinguinha e João Bosco. Ainda no filme, são destaques os depoimentos de Martinho da Vila, Lecy Brandão e Cristina Buarque de Holanda.
Já no dia 11, serão exibidos Povo Marcado e João Do Vale – Muita Gente Desconhece. Em Povo Marcado é registrada a experiência da produção de um programa de rádio pioneiro desenvolvido por detentos da Cadeia Pública Feminina da cidade de Votorantim, São Paulo. Tem a direção dos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, e já foi exibido em cerca de 30 festivais e cinco países. Já em João Do Vale é narrada a história de João do Vale, compositor que fez parceira com grandes intérpretes da música brasileira, mas ainda é pouco reconhecido pela cultura popular.
Dando continuidade à mostra, Noitada do Samba – Foco de Resistência, filme de Cély Leal, será exibido no dia 18. Através de emocionados e bem humorados depoimentos de músicos, jornalistas, cantores e intelectuais, a história da Noitada no Samba é contada. O evento, que se iniciou na década de 70, em plena ditadura militar, representou um foco de resistência da música popular brasileira, e ao longo de 13 anos levou compositores e intérpretes oriundos de morros e periferias cariocas a se apresentarem na zona sul com regularidade.
Fechando a programação, no dia 25, será exibido o documentário Samba Riachão. Dirigido por Jorge Alfredo, traz depoimentos de artistas como Dorival Caymmi, Tom Zé, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Armandinho, Carlinhos Brown, Bule Bule e Daniela Mercury. O filme apresenta um relato histórico da MPB através das histórias de Riachão, cronista musical soteropolitano que vivenciou as diversas transformações da música popular brasileira e dos meios de comunicação no decorrer do século XX.





 http://centrodeculturajoaogilberto.blogspot.com.br/2012/08/circuito-popular-de-cinema-setembro.html


Circuito Popular de Cinema - Setembro

Na programação de setembro o Circuito Popular de Cinema exibirá cinco documentários que compõem a mostra MPB no Cinema: Clementina de Jesus, João do Vale, Povo Marcado, Noitada do Samba e Samba Riachão.

Clementina de Jesus – Rainha Quelé (BRA, 2011)
Direção: Werinton Kermes
Documentário
Duração: 56 minutos
Classificação: Livre
Sinopse - O documentário conta a história de Clementina de Jesus, senhora
negra, pobre, dona de casa e empregada doméstica que, após toda uma
existência longe dos palcos e das mídias, aos 60 anos, através de Hermínio Bello
de Carvalho, passou a cantar com grandes nomes da música como João Bosco,
Pixinguinha e Paulinho da Viola, com sua voz rascante e gutural.
A produção traz depoimentos de muitos artistas que acompanharam sua trajetória
como Martinho da Vila, Lecy Brandão, Paulinho da Viola, João Bosco, Mônica
Salmaso, Cristina Buarque e Carlinhos Vergueiro.
João do Vale - Muita Gente desconhece (BRA, 2005)
Direção: Werinton Kermes
Documentário
Duração: 30 minutos
Classificação: Livre
Sinopse - Com roteiro de Miriam Cris Carlos, "João do Vale, Muita Gente
Desconhece" faz um resgate da história da música popular brasileira e do universo
sertanejo através da vida e da obra do compositor João do Vale, reconhecido
como um dos artistas mais produtivos do Brasil. Autor de mais de 600 músicas,
entre elas os clássicos da MPB "Carcará", "Pisa na Fulô", "Coroné Antônio
Bento", "Canto da Ema", entre outras, João do Vale, morto em 1996, aos 62 anos,
foi objeto de mais de 10 anos de pesquisa feita pelo diretor Werinton Kermes.
No filme, relatos da família, amigos, de personalidades da cena política e cultural
do país mesclados com imagens de arquivos e pelos últimos registros do artista
ainda vivo, captados por Kermes meses antes da sua morte, contam a história do
compositor. “João do Vale” conquistou o Kikito de melhor documentário na 13ª
edição do Festival Cine Vídeo de Gramado, em agosto do ano passado.
+
Povo marcado (BRA, 2010)
Direção: Werinton Kermes e Luciana Lopez
Duração: 30 minutos
Documentário
Classificação: Livre
Sinopse - O documentário Povo Marcado retrata um programa de rádio realizado por
detentas de Votorantim/SP.


 http://cineteatrodelaurodefreitas.blogspot.com.br/2012/08/programacao-do-cine-teatro-lauro-de.html

Programação do Cine-Teatro Lauro de Freitas - Setembro de 2012


Dia 11 
Terças na Tela/Circuito Popular de Cinema e Vídeo (CPCV). Mostra MPB no Cinema. Povo Marcado e João do Vale Muita Gente Desconhece. Povo Marcado, de Werinton Kermes e Luciana Lopez.  Registra a experiência da produção de um programa de rádio pioneiro desenvolvido por detentos da Cadeia Pública Feminina da cidade de Votorantin (São Paulo). João do Vale Muita Gente Desconhece, de Werinton Kermes. Mostra aspectos da vida deste compositor, que fez parcerias com grandes interpretes da MPB, mas ainda pouco reconhecido pela cultura popular brasileira. 15 e 19h. Classificação: Livre. Entrada franca.

Agenda Cultural Estado da Bahia

CPCV – Mostra MPB no Cinema no Terças na Tela


 http://www.agendacultural.ba.gov.br/2012/09/25/cpcv-mostra-mpb-no-cinema-no-tercas-na-tela-3/


CPCV – Mostra MPB no Cinema no Terças na Tela - O Circuito Popular de Cinema e Vídeo exibe filmes em diversas localidades baianas a fim de ampliar o acesso à produção audiovisual brasileira. Neste mês, traz documentários sobre personalidades da música nacional dentro do projeto Terças na Tela. Na programação, serão exibidos Clementina de Jesus – Rainha Quelé (Werinton Kermes), Povo Marcado (Werinton Kermes e Luciana Lopez), João do Vale Muita Gente Desconhece (Werinton Kermes), Noitada de Samba (Cély Leal) e Samba Riachão (Jorge Alfredo).
Mostra MPB no Cinema será apresentado pelo CPCV em setembro,
dentro do projeto Terças na Tela

Exibida pelo projeto Terças na Tela, a mostra traz documentários sobre personalidades da música nacional
Todas as terças feiras do mês de setembro, nos Espaços Culturais da Secult/BA da capital e interior, será exibida a Mostra MPB no Cinema. Com entrada gratuita e exibições às 10, 15 e 19h, a mostra traz documentários sobre personalidades da música nacional brasileira, como a cantora Clementina de Jesus e o sambista Riachão.
A abertura, no dia 04, fica por conta do documentário Clementina de Jesus – Rainha Quelé, do diretor Werinton Kermes. A obra evidencia a trajetória da cantora Clementina de Jesus, mulher negra, dona de casa e empregada doméstica, que saiu de uma comunidade periférica na cidade de Valença, no estado do Rio de Janeiro, para dividir os palcos com artistas consagrados, como Paulinho da Viola, Pixinguinha e João Bosco. Ainda no filme, são destaques os depoimentos de Martinho da Vila, Lecy Brandão e Cristina Buarque de Holanda.
Já no dia 11, serão exibidos Povo Marcado e João Do Vale - Muita Gente Desconhece. Em Povo Marcado é registrada a experiência da produção de um programa de rádio pioneiro desenvolvido por detentos da Cadeia Pública Feminina da cidade de Votorantim, São Paulo. Tem a direção dos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, e já foi exibido em cerca de 30 festivais e cinco países. Já em João Do Vale é narrada a história de João do Vale, compositor que fez parceira com grandes intérpretes da música brasileira, mas ainda é pouco reconhecido pela cultura popular.
Dando continuidade à mostra, Noitada do Samba – Foco de Resistência, filme de Cély Leal, será exibido no dia 18. Através de emocionados e bem humorados depoimentos de músicos, jornalistas, cantores e intelectuais, a história da Noitada no Samba é contada. O evento, que se iniciou na década de 70, em plena ditadura militar, representou um foco de resistência da música popular brasileira, e ao longo de 13 anos levou compositores e intérpretes oriundos de morros e periferias cariocas a se apresentarem na zona sul com regularidade.
Fechando a programação, no dia 25, será exibido o documentário Samba Riachão. Dirigido por Jorge Alfredo, traz depoimentos de artistas como Dorival Caymmi, Tom Zé, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Armandinho, Carlinhos Brown, Bule Bule e Daniela Mercury. O filme apresenta um relato histórico da MPB através das histórias de Riachão, cronista musical soteropolitano que vivenciou as diversas transformações da música popular brasileira e dos meios de comunicação no decorrer do século XX.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Documentário Povo Marcado será exibido no Democracine, em Porto Alegre







O documentário Povo Marcado será exibido na Mostra Informativa do I DEMOCRACINE - Festival Internacional de Cinema de Porto Alegre, evento destinado a difundir produções audiovisuais relacionadas à democracia participativa e ao aprofundamento da cidadania.
Promovido pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre e o Observatório Internacional de Democracia Participativa (OIDP) em parceria com o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, o evento pretende divulgar e promover ações de diferentes atores sociais.
A primeira edição do Democracine acontece em Porto Alegre, no período de 13 a 16 de junho de 2012.
O documentário Povo Marcado retrata um programa de rádio realizado por detentas de Votorantim/SP e foi dirigido pelos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, com roteiro assinado por Míriam Cris Carlos. Traduzido para o inglês e espanhol e já foi exibido em mais cinco países. Também foi objeto de um estudo de Doutorado na Alemanha. O documentário de 2008 tem 30 minutos e já foi apresentado em simpósios, universidades e em cerca de 30 festivais, tendo recebido três prêmios, inclusive no Festival Gramado Cine Vídeo.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Exibição no CurtAbreu




Povo Marcado será exibido em 21 de abril de 2012 no CurtAbreu-Circuito Comunitário de Cinema, realizado pelo Programa Exibição de Cinema Social (PRECISO) na sede do Grupo Sol Poente, ONG de Abreu e Lima/Pernambuco.


 O Circuito contemplará oito comunidades do município com exibição gratuita e sem fins lucrativos de curtas digitais que visam, além do entretenimento, despertar o espírito crítico e difundir o cinema como prática pedagógica alternativa nas escolas públicas.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Documentário “Povo Marcado” é exibido em prisões de Pernambuco durante o Carnaval




O documentário Povo Marcado, que retrata um programa de rádio realizado por detentas de Votorantim/SP, é exibido pela Mostra de Cinema em estabelecimentos prisionais pernambucanos durante o carnaval de 2012. O evento “Carnaval Cinema no Cárcere” é produzido pelo Programa Exibição de Cinema Social (PRECISO). A mostra contempla uma unidade prisional da capital ou Região Metropolitana do Recife/PE a cada dia do carnaval de 2012, com a exibição de vídeos de curta duração numa programação única com até 150 minutos de duração.
Dentre o público, estão todos os militares reclusos no Centro de Reeducação da Polícia Militar de Pernambuco. O projeto visa criar alternativa às consequências que se seguem à privação de liberdade no cárcere.
Povo Marcado foi dirigido pelos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, com roteiro de Míriam Cris Carlos. Foi traduzido para o inglês e espanhol e já foi exibido em mais cinco países. Também foi objeto de um estudo de Doutorado na Alemanha. O documentário de 2008 tem 30 minutos e já foi apresentado em simpósios, universidades e em cerca de 30 festivais, tendo recebido três prêmios, inclusive no Festival Gramado Cine Vídeo.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Povo Marcado será exibido em Chicago (EUA)






O documentário Povo Marcado, realizado na Cadeia Pública Feminina de Votorantim, que mostra um projeto homônimo de rádio realizado pelas detentas e transmitido para várias rádios do país, foi selecionado para participar da II Mostra de Filmes Brasileiros em Chicago, nos Estados Unidos.
Aproximadamente 300 obras, curtas e longas metragens, participaram da seleção, mas apenas 17 foram selecionadas dentre todas as categorias: ficção, animação e documentário.
A edição do filme votorantinense, legendada em inglês será exibida entres os dia 09 e 16 de novembro.
A obra foi dirigida pelos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, com roteiro de Míriam Cris Carlos, edição de imagens de Marcelo Domingues, dentre outros profissionais. Foi traduzido para o inglês e espanhol e já foi exibido em mais cinco países. Também foi objeto de um estudo de Doutorado na Alemanha. O documentário de 2008 tem 30 minutos e já foi apresentado em simpósios, universidades e em cerca de 30 festivais, tendo recebido três prêmios, inclusive no Festival Gramado Cine Vídeo.
A produção conta com a participação de alguns dos entrevistados no programa de rádio, entre eles, o ator Paulo Betti, o Padre Júlio Lancelotti, o promotor de justiça Wellington Veloso e da dupla Caju e Castanha, que compôs uma embolada especialmente para o filme.
            Mais informações sobre a mostra estão disponíveis no site: www.brazilianfilmsinchicago.com


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Algumas exibições do documentário “Povo Marcado”

-“XXXV Jornada Internacional de Cinema da Bahia” – Salvador/BA – setembro de 2008 – conquistou o Troféu de Vídeo Revelação “Tatu de Prata”;

-"2º Cine Cufa" – Rio de Janeiro – setembro de 2008;

-“TRASH - 4ª Mostra Goiana de Filmes Independentes” –GO – setembro de 2008;

-“8º Goiânia Mostra Curtas” –GO – outubro de 2008;

-“1° Cine Perifa" – Itaú Cultural – São Paulo/SP - outubro de 2008;

-“2ª Mostra do Filme Ambiental e Etnográfico de Rio das Ostras/RJ” - novembro de 2008;

-“Fest Cine Amazônia 2008” – Porto Velho/RO - (Mostra de direitos humanos) – novembro de 2008;

-Simpósio Internacional de Contadores de Histórias - SESC Copacabana/RJ – novembro de 2008;

-1a. Semana da Diversidade e Direitos Humanos de Catanduva –SP – novembro de 2008;

-“Cinema Mundo - II Festival Internacional de Cinema de Itu” –SP – novembro de 2008;

- “Percepções - 3º Festival de Cinema e Vídeo Digitais de Muriaé (Faminas)” –MG – novembro de 2008;

-“Tudo Sobre Mulheres – IV Festival de Cinema Feminino da Chapada dos Guimarães” –MT – dezembro de 2008; - conquistou o prêmio de melhor filme pelo Júri Popular;

-“Encontro de Educadores do Sul Fluminense 2009”, SESC Rio em Barra Mansa/RJ – fevereiro 2009;

- FESTVÍDEO Teresina – Teresina/PI - abril 2009

-“Cine Documenta” – 6ª Mostra de Cinema Documentário de Ipatinga/MG – maio/2009;

-“1º Cine Grandes Curtas” – Associação Pelotense de Cinema – Pelotas/RS - junho/2009;

- CINESUL 2009 – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo –RJ- junho/ 2009;

- 32º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA, São Luís/MA – junho/2009 (mostra especial);

- XVII GRAMADO CINE VÍDEO –RS – agosto/2009; conquistou o troféu “Galgo de Ouro” na Categoria Vídeo Social – Independente Brasileiro;

- MIRAGEM – IV Mostra de Cinema e Vídeo de Miracema 2009 –TO –setembro/2009;

- 16º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá de 5 a 11 de Outubro de 2009;

- 7º Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal – Campo Grande/MS – Janeiro/ 2010;

-1ª CineIpoema – Mostra de Cinema de Ipoema/MG – abril/2010;

- 4º Festival Internacional de Cinema Socioambiental de Nova Friburgo/RJ – “Fri Cine” – novembro/2010;

- I Cine Festival Inconfidentes – Mariana/MG – novembro/2010
  

-II Mostra de Filmes Brasileiros em Chicago, nos Estados Unidos - 09 e 16 de novembro de 2011 

-Festival globale Rio 2011 -   18 e 26 de novembro de 2011, com exibições nos seguintes locais: Centro Cultura Justiça Federal (Centro), Cinema Nosso (Lapa), Ponto Cine (Guadalupe Shopping), Lona Cultural (São João de Meriti), Biblioteca Parque (Manguinhos), Espaço Troque uma Arma por um Pincel (Rocinha) e Loja da Roça (Complexo da Maré). 


-III CineCreed -Mostra de Filmes Digitais realizada pelo PRECISO- Programa Exibição de Cinema Social- 04 de dezembro de 2011 - realizado ao ar livre, no pátio interno do estabelecimento prisional CREED, Centro de Reeducação da Polícia Militar de Pernambuco, localizado no município de Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife.


- Mostra "Carnaval Cinema no Cárcere" (CCC)– Projeto do PRECISO- Programa Exibição de Cinema Social , atendendo à solicitação da Associação de Familiares e Amigos dos Libertos, Egressos e Presos de Pernambuco (AFALEP-PE) - mostra de cinema em estabelecimentos prisionais pernambucanos durante o carnaval de 2012.

sábado, 29 de maio de 2010

TV Senado mostra situação das detentas nos presídios do Brasil


A TV Senado mostra, neste fim de semana, a situação das mais de 26 mil detentas dos presídios brasileiros, enfocando as dificuldades que enfrentam com superlotação e outros males comuns desses locais, e, principalmente, como conciliam a vida na prisão com a maternidade.

 
O Programa Inclusão traz entrevista com pesquisadora na área de sistema penitenciário e direitos humanos que estudou, por dois anos, a forma como vivem as mulheres encarceradas. A produção também viajou a Vespasiano (MG), região metropolitana de Belo Horizonte, para mostrar o primeiro presídio do país construído para abrigar detentas grávidas - o Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade da América Latina.

 
Lá não existem celas e as atuais 48 mulheres do centro e os recém-nascidos ficam em alojamentos sem grades, com camas e berços.

Também será exibido o documentário "Povo Marcado", realizado na Cadeia Feminina de Votorantim, no interior do estado de São Paulo, que mostra um projeto de rádio desenvolvido pelas apenadas. A direção do documentário é de Luciana Lopez e Werinton Kermes.

O programa é transmitido no sábado (29/05/10), às 2h30, 11h30 e 22h30, e no domingo, às 9h e às 17h.
Já o Espaço Cultural traz entrevista com a dupla Zé Mulato e Cassiano, mineiros que vivem em Brasília desde 1969 e fizeram carreira na capital. Os irmãos defendem o "jeito de ser" dos caipiras, que, em sua opinião, tem a ver com "autenticidade". Eles ainda cantam suas músicas mais conhecidas e apresentam os novos CD e DVD que marcam os 30 anos de carreira. O programa vai ao ar no sábado, às 14h30 e é reprisado à meia noite, na madrugada de sábado para domingo, e às 14h30.

Você pode assistir a TV Senado na sua TV a cabo (Net, TVC, Transcabo, Acom, TVA e outras), por meio de antena parabólica, pela internet (www.senado.gov.br/tv), por meio de sua TV por assinatura (canal 118 da Sky ou canal 17 da Tecsat) ou em canais UHF: 51 em Brasília, 53 em Salvador, 40 em João Pessoa, 55 em Recife, 43 em Fortaleza, 57 em Manaus, 36 no Gama e outras cidades do DF. Para mais informações sobre como sintonizar a TV Senado ou outros programas e horários de exibição visite o site (http://www.senado.gov.br/tv/) na internet.

Elina Rodrigues Pozzebom / Agência Senado

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

TV CELA


CONHEÇA O NOVO PROJETO
DESENVOLVIDO COM AS REEDUCANDAS:





.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

7º FestCine Pantanal

Documentário “Povo Marcado” será exibido em Campo Grande/MS


O filme foi selecionado para participar do 7ª Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal

O documentário “Povo Marcado”, produzido em Votorantim, que registra a experiência da produção de um programa de rádio pioneiro desenvolvido por detentas da Cadeia Pública da cidade, foi selecionado para participar do 7º Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal, que acontece entre os dias 15 e 30 de janeiro.
O evento é realizado pelo CineCultura, única sala de cinema de arte do Mato Grosso do Sul, que receberá as exibições dos filmes e mostras competitivas. "A expectativa é lotar a sala durante o festival. Serão 200 exibições de filmes em Campo Grande e interior", contabiliza Karla Viégas, uma das organizadoras do 7º FestCine Pantanal.
“Povo Marcado” tem a direção dos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez, roteiro de Míriam Cris Carlos e edição de imagens de Marcelo Domingues. Foi traduzido para o inglês e espanhol e já foi exibido em mais cinco países. Também é objeto de um estudo de Doutorado na Alemanha. O documentário tem 30 minutos, foi produzido em 2008 e já foi apresentado em simpósios, universidades e em cerca de 30 festivais, tendo recebido três prêmios, sendo o mais recente o do Festival Gramado Cine Vídeo, em 2009.
A produção conta com a participação de alguns dos entrevistados no programa de rádio, entre eles, o ator Paulo Betti, o Padre Júlio Lancelotti, o promotor de justiça Wellington Veloso e da dupla Caju e Castanha, que compôs uma embolada especialmente para o filme. O programa de rádio retratado, produzido pelas detentas, pôde ser retransmitido para mais de mil emissoras através de convênio com Rádio Câmara de Brasília.
No 7º FestCine Pantanal o filme concorre da categoria “Melhor Curta Metragem”. Segundo os organizadores, 80 filmes foram inscritos e apenas 14 foram selecionados para concorrer aos prêmios do júri oficial e júri popular nessa categoria. Serão três exibições do Povo Marcado: em 16/01 e 17/01 às 17h e em 18/01 às 19h no CineCultura, localizado na Av.Afonso Pena, 5420 – Pátio Avenida – Campo Grande. Após as exibições dos filmes do dia 16 ocorrerá um bate-papo entre os realizadores e a platéia que contará com a participação da diretora Luciana Lopez.
Segundo os diretores, o documentário foi convidado para se inscrever no Festival. “Para nós, é uma alegria saber que o projeto desenvolvido na Cadeia de Votorantim desde 2007 continua ganhando repercussão pelo Brasil e servindo de exemplo, isso nos inspira ainda mais a prosseguir com projetos culturais e de comunicação naquele local”, disse Luciana Lopez.
Atualmente Werinton Kermes e Luciana Lopez coordenam um programa de TV, também realizado pelas detentas. “O “TV Cela” é a continuidade do projeto Povo Marcado, porém agora com um formato televisivo. As próprias reeducandas produzem e apresentam os programas”, explicou Kermes.
Mais informações sobre o 7ª Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal podem ser obtidas pelo site: http://www.cinecultura.com.br e sobre o Povo Marcado, podem ser acessadas no blog: http://povomarcado.blogspot.com

Povo Marcado no 7º FestCine Pantanal
Datas e horários das exibições no CineCultura:
16/01 às 17h
17/01 às 17h
18/01 às 19h